BLAZE 

Salve  Salve Amigos nessa semana iremos falar de um dos vocalistas mais injustiçados do Heavy Metal na minha opinião falo do excelente Blaze Bayley, sem mais delongas bora pra resenha:


Logo na Abertura a paulada Ghost In The Machine cheia de Riffs certeiros aliado a um Vocal exuberante de  Blaze  Bayley e tem Solos espetaculares a cargo dos otimos Guitarristas  Steve Wray e John Slater, que faixa poderosa para abrir um Play !

Meu 2 Destaque fica a cargo da Faixa Titulo Silicon Messiah:
Um som extremamente bem trabalhado desde o início com seus dedilhados, passando pelo crescimento e o peso ao iniciar a música e aliado a Riffs cortantes,  somente corroborando o quanto o Blaze é acima da média e o refrão da Música faz você empunhar os pulsos para cima , que som cabuloso,  e meu destaque nessa individual  fica a cargo da cozinha que da aula e show de execução A cargo do Ótimo Baterista Jeff Singer e o otimo Baixista Rob Naylor .
Ouça e reouça muito a Faixa Titulo.

Meu Último Destaque é na Minha humilde Opinião a melhor música do Play  Born As A Stranger:
Som pesado aliado a extremo bom gosto de melodias lindas com Guitarras gêmeas, Baixo pesado e um Vocal solto que era uma resposta a época a muitos haters do Brilhante Blaze 
 Você  bangueia com o som  e seu refrão é algo simplesmente acima da média que aula ,que maravilhoso,que petardo!!!!!!!!!!!!

Agora Vamos Falar sobre o Restante da Ótima Bolacha:
Evolution é um som pesado mas que ao mesmo tempo apresenta uma atmosfera soturna pra canção e tem talvez os melhores solos do Cd na minha opinião lógico.


The Hunger  Um som que cresce ao longo do tempo e  isso mostra a versatilidade De uma Banda extremamente bem entrosada ,com absoluta certeza é a canção com mais variações dentro de uma mesma faixa .

The Brave é meio Ironmeideana  Fase Blaze  mas pra quem curte a fase dele na Donzela De Ferro meu caso me agrada desde o início do som rs .

Identity  um som pertubador  Que Possui dentro da Própria Canção o  Heavy Tradicional  Oitentista aliado ao Hard Rock  e seu grande destaque fica a  cargo das mudanças Ritmicas.


Reach For Horizon Um Som Doom  Cheio De Riffs Pesados e Inspirados , som encorpado Cheio e bem Harmonioso.

The Launch  Sempre me vem a Mente o som Man of The Edge dos tempos em que o Blaze Estava no Iron mas tirando essa impressão minha é um som muito muito bom e seu refrão com seus ohhhhhhh é espetacular e bem divertido.


Stare At The Sun encerra a Bolacha de forma apoteótica ela tem elementos mais Melodicos na canção até surgir Riffs cerebrais de Guitarras  que dá o otimo contraponto.

Um dos melhores Plays dos Anos 2000.
Obra prima!



https://www.facebook.com/officialblazebayley/


Formação:
Blaze Bayley -Vocal
Steve Wray -Guitarra
John Slater- Guitarra
Rob Naylor -Baixo
Jeff Singer - Bateria

Play:
01 Ghost In The Machine
02 Evolution
03 Silicon Messiah
04 Born As A Stranger
05 The Hunger
06 The Brave
07 Identity
08 Reach For Horizon
09 The Launch
10 Stare At The Sun

Ano de Lançamento 2000

Lets Rock Right

Por Douglas F Souza ( Baixista The Atomic Drive)

Para ler nossas outras resenhas, click no link abaixo e confira!!