OUÇA A RADIO ATR

terça-feira, 19 de maio de 2020

TONY IOMMI e GEEZER BUTLER (BLACK SABBATH) relembraram RONNIE DIO, morto há dez anos



No último sábado (16), completou dez anos que o “baixinho gigante” Ronnie James Dio faleceu. Diversas personalidades no heavy metal se manifestaram em suas redes sociais para relembrar e prestar homenagens ao saudoso vocalista, entre eles, claro, os seus ex-companheiros de Black Sabbath e de Heaven & Hell, os igualmente lendários Tony Iommi e Geezer Butler.
Em sua conta no twitter, Iommi disse: “Lembrando do nosso querido amigo Ronnie. Não posso acreditar que já faz dez anos desde que Ronnie faleceu. Ele faz muita falta, porém nunca é esquecido e sua música viverá para sempre em nossos corações”.

Por sua vez, Geezer Butler apenas comentou: “RJD. 10 anos já. Como o tempo voa. Sinto sua falta”, lamentou o baixista.


Recentemente, em entrevista ao programa Truck Nation, que é apresentado pelo conhecido Eddie Trunk (That Metal Show) e que vai ao ar pela rádio SiriusXM, Iommi disse que se Ronnie James Dio estivesse vivo, possivelmente estaria trabalhando com ele hoje em dia: “Especialmente depois do lance com Ronnie (quando se reuniram como Heaven & Hell), realmente amei aquele período. Tendo voltado com o Dio (no vocal), verdadeiramente estávamos curtindo aquela banda, foi uma grande banda. Então, fizemos o lance (a reunião) do Sabbath com Ozz (Ozzy Osbourne), o que foi ótimo para encerrar (a carreira da banda). Mas, eu deveria pensar que se Ronnie estivesse vivo, provavelmente estaria fazendo algo com ele agora”.



Após a saída de Ozzy Osbourne do Black Sabbath, James Dio foi escolhido para entrar na banda em 1980. Em um período de dois anos ele gravou três álbuns clássicos, Heaven and HellMob Rules e o ao vivo Live Evil. Dez anos depois ele retornou e gravou o magistral Dehumanizer. Foi nessa ocasião que o Black Sabbath pisou no Brasil pela primeira vez em sua história. Ronnie James Dio, Tony Iommi, Geezer Butler e o baterista Vinny Appice desembarcaram no país para três shows em São Paulo, dois no Rio de Janeiro e um em Porto Alegre (RS). Em 2006, agora sob a alcunha de Heaven & Hell, Dio se juntou à Iommi, Butler e Appice, com os quais gravou em 2009 o álbum The Devil You Know.

No ano passado, Iommi relembrou ao Planet Rock o que mudou quando Dio entrou no Sabbath no lugar de Ozzy: “Quando substituímos Ozzy por Dio, isso nos fez recomeçar”, afirmou o guitarrista. “Tivemos alguém que chegou e teve alguma contribuição. Ele cantava para os riffs que tínhamos. Porque é um pouco decepcionante quando você cria todos esses riffs e nada é feito com eles. E você começa a pensar: ‘o que faremos?’. Então, quando Ronnie entrou e toquei alguns riffs para ele, imediatamente ele começou a cantar. Todos estávamos morando na mesma casa em Bel Air. Na garagem, que transformamos em estúdio – construímos um estúdio lá. Quando Ronnie veio, tocamos ao vivo e foi ótimo – ele simplesmente cantou e foi brilhante. Foi uma abordagem totalmente diferente”.
Iommi também falou sobre as mudanças na parte lírica do Black Sabbath: “Assim que Ronnie se envolveu, a escrita também mudou, porque eu era capaz de tocar de uma maneira diferente, por algum motivo. Enquanto Ozzy cantava muito nos riffs e seguia, Ronnie cantava entre as coisas – ele nem sempre cantava em (cima de) riffs, cantava em acordes. Também estávamos tentando conversar com ele sobre cantar no riff, o que ele fez em algumas coisas. Mas, mais ou menos, foi bom, porque você poderia abordar as músicas de maneira diferente. E aqui está você com um cantor que você não sabe para onde vai. E é muito emocionante, porque você pode tocar alguma coisa e ouvi-lo entrar em um lugar que você normalmente não reconheceria… Mais tarde, ele começou a sugerir ideias. Nem tanto no começo, porque, obviamente, ele era novo e não queria perturbar o barco. Acho que Children of the Sea foi a primeira que ele cantou. Tocamos esse riff um pouco, e ele meio que cantou. E foi muito bom – as primeiras coisas que ele fez”.
Nascido Ronald James Padavona, no dia 10 de julho de 1942, em Portsmouth, New Hampshire (EUA), Dio faleceu no dia 16 de maio de 2010, em Houston, no Texas, onde vinha fazendo tratamento no MD Anderson Cancer Center. O cantor infelizmente perdeu a batalha, cerca de um ano após ter sido diagnosticado com câncer no estômago.

0 comentários: