RADIO ALTERNATIVA THE ROCKERS

DA UM GAS NO VOLUME

RADIO ALTERNATIVA THE ROCKERS

AQUI VOCE OUVE PORQUE NOS OUVIMOS VOCE

LOVE IS LOVE

FAZENDO O CLIMA DA SUA NOITE

O MELHOR DO ROCK

SABADO AS 19 HORAS

ESPAÇO COOL DUDE

SABADO 13:00 E DOMINGO AS 19:30 HORAS

OUÇA RADIO AO VIVO

PEDIDOS MUSICAIS

PEÇA A SUA MUSICA AQUI CLIQUE

sábado, 15 de junho de 2019

Blaze Bayley: foi necessário ele sair do Iron Maiden pra banda seguir em frente


Blaze Bayley foi entrevistado pelo Overdrive da Irlanda, e dentre as perguntas que lhe fizeram, quiseram saber se ele tem boas recordações de seu tempo no Iron Maiden: "Sim, foi uma época fantástica de minha vida. Quando eu estava no Wolfsbane tudo era mais restrito, não podíamos fazer uma turnê como a gente queria, a gravadora não nos apoiava e tudo que queríamos era entrar em uma van e cair na estrada, mas nunca conseguimos. Quando entrei no Iron Maiden e soube que teria uma turnê de nove meses pela frente, foi como um sonho tornado realidade".

Depois ele acrescenta: "O que eu mais gostei na minha época no Iron Maiden foi a experiência de compor com eles. Ali estava eu, sentado com artistas que haviam sido contemplados com prêmios por suas vendas e que escreveram canções que fazem parte da cultura do rock e metal. Aquilo foi muito importante para mim e eu aprendi muito com eles".
Após uma pausa, Blaze emenda: "Foi uma conquista incrível na minha carreira, uma experiência fantástica pra mim, e fiquei muito triste em partir. Mas era o único jeito que havia do Iron Maiden seguir em frente e, pra ser honesto, o mundo precisa deles. Aqueles caras fazem o que querem do jeito deles e é assim que deve ser. Eu lembro do Steve Harris me dizendo 'A gravadora não pode entrar no estúdio quando gravamos. Ninguém está autorizado a ouvir o álbum até que esteja finalizado. Ninguém tem nada a ver com o álbum a não ser a banda."

“Unknown Pleasures”, do Joy Division, ganha 10 clipes para suas 10 músicas


“Unknown Pleasures”, principal disco do Joy Division, completa 40 anos neste sábado, dia 15. Comemorando a data, o canal oficial da banda no YouTube vai lançar um clipe para cada uma das faixas do álbum, somando 10 vídeos. Na última quinta, dia 13, a primeira parte do projeto foi divulgada. Os clipes subsequentes serão lançados mensalmente, sem ordem pré-estabelecida: a estreia da série foi “I Remember Nothing”, a última faixa de Unknown Pleasures. O clipe de “I Remember Nothing” é um “preto no branco” conceitual: com visual básico e mensagem subjetiva, mostra o trabalho da dupla de diretores Helgi and Hörður, que já trabalharam com Yoko Ono e Michael Moore. As estrelas do clipe são os atores Baltasar Breki Samper (Chernobyl) e Hilmir Jensson (Patient Seven). Warren Jackson, coordenador visual da banda, é o responsável pelo projeto. O cineasta prometeu um trabalho que foi descrito como “uma re-imaginação em filmes da música para 2019”. O artista já trabalhou em outros projetos do Joy Division e também foi diretor de arte em discos do New Order. “Unknown Pleasure” ganha este ano, além dos vídeos especiais, um relançamento. O aniversário de 40 anos ganhou um kit especial: um LP do disco, em vinil vermelho com uma “capa branca alternativa que lembra o design da ideia original” e uma camiseta da capa do álbum. Assista ao clipe de “I Remember Nothing”

domingo, 14 de abril de 2019

Pink Floyd irá relançar o álbum "The Division Bell".


 banda Pink Floyd vai relançar o álbum "The Division Bell", com uma edição em vinil azul, em comemoração aos 25 anos de seu lançamento. Esse disco foi o último de estúdio com a formação do Pink Floyd.

O lançamento da nova edição do álbum "The Division Bell será no dia 07 de junho.

UFO: morre o guitarrista Paul Raymond


Paul Raymond, guitarrista e tecladista da clássica banda britânica UFO, morreu nesse sábado (13/04) vítima de um ataque cardíaco aos 73 anos. A informação foi dada por sua “parceira de vida” Sandra na página oficial do Facebook do músico

“Olá para todos os fãs e pessoas que conheciam Paul, aqui é Sandra, parceira de vida de Paul: Com desespero e coração partido, com muita e dor e lágrimas que parecem que vão me matar venho falar para você que meu amado Paul Raymond nos deixou hoje. Os médicos tentaram reanima-lo com um certo sucesso, mas depois seu sistema apagou de novo e não havia mais o que se fazer, ele morreu por um ataque cardíaco.
Ele amou as últimas semanas de turnê com o UFO na Grã-Bretanha e Irlanda e ele estava sempre querendo seguir com o resto da turnê.
Essa foto foi tirada na última quarta-feira quando saímos do último hotel antes de virmos para a Alemanha!
Eu sempre o amarei e espero que ele descanse em paz até o encontra-lo no outro lado da vida!!!
Eu te amo muito, Paul!
Sandra”
Paul iniciou sua carreira em janeiro de 1964 como um músico de Jazz, mas decolou após se juntar ao UFO em 1976 fazendo parte da formação clássica com Phil Mogg, Michael Schenker, Andy Parker e Peter Way. Raymond também fez parte dos grupos Chicken Shack e Savoy Brown, além dos seu projeto solo Paul Raymond Project.


Hi to all the fans and people who knew Paul! This is Sandra, Paul's life partner speaking: With a desperate and broken heart, fully in tears and pains that feel like they will kill me I have to tell you that my most beautiful and beloved darling Paul Raymond has passed away today. The doctors were trying to reanimate him and with success at first but then his system shot down again and there was nothing more they could do for him, he died of a heart attack.
He absolutely enjoyed the last couple of weeks touring with UFO in the UK & Ireland and he was looking forward to the rest of this year's tour.

This photo was taken last Wednesday when we checked out of our last hotel before coming back to Germany!
I will always love him and I hope he will rest in peace until I'll see him again on the other side!!!
I love you so much Paul 💔😪 Sandra